Sem Precedentes

Podcast

Sem Precedentes: O que você precisa saber sobre a indicação do novo ministro do STF

Na sexta-feira (25/9), o JOTA noticiou com exclusividade que o decano Celso de Mello antecipará sua aposentadoria

ministro do STF
Podcast Sem Precedentes / Crédito: JOTA

A saída antecipada do decano do Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro Celso de Mello, noticiada com exclusividade pelo JOTA, vai acelerar o processo de escolha pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) do novo ministro do tribunal. Esse é o tema discutido no episódio extra do Sem Precedentes.

Na última sexta-feira (25/9), Mello encaminhou para a Presidência da República o ato formal antecipando para 13 de outubro o início da sua aposentadoria. Inicialmente, o ministro iria se aposentar no dia 1 de novembro, quando completará 75 anos.

Com a saída do decano, o que se pode esperar do indicado de Bolsonaro? Qual será o objetivo do presidente com a escolha? O STF fará parte deste processo? O que o novo ministro da mais alta Corte do país conseguirá fazer sozinho?

Essas e outras perguntas são respondidas no episódio extra do Sem Precedentes, que tem como analistas Juliana Cesario Alvim, da UFMG, Diego Werneck, do Insper, Thomaz Pereira, da FGV Direito Rio, e é apresentado por Felipe Recondo, diretor de Conteúdo e sócio fundador do JOTA.

Para além dos nomes que potencialmente podem ser escolhidos por Bolsonaro, o episódio debate o que pode mudar no STF com a troca de cadeiras.

Em julho, o JOTA e o Insper realizaram uma série de webinars para discutir o papel de Celso de Mello no STF. Confira abaixo alguns dos textos que fizeram parte da série:

A palavra e o poder: o STF e a separação de Poderes na jurisprudência de Celso de Mello

Celso de Mello e o papel de um decano do Supremo Tribunal Federal

Excelso: Os negritos, itálicos e sublinhados do ministro Celso de Mello

Celso de Mello: primeiro ou último dos decanos?

Celso de Mello, juiz constitucional

Celso de Mello, liberdade e processo

Fidelidade, admiração e Celso de Mello