Dados

JOTA Labs

Aprovômetro e ponderação qualitativa captaram dificuldades do plano Mansueto

Assinantes JOTA PRO recebem relatórios que mesclam os dados da ferramenta com a apuração em campo

Crise do coronavírus e o debate sobre redução de salário de servidores públicos
Congresso poderia reduzir salário de servidores em momento de crise? Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

O Aprovômetro, ferramenta preditiva do JOTA que tem ajudado empresas e organizações a tomar decisões, antecipou as dificuldades que o PLP 149/2019 (plano Mansueto) enfrentou na Câmara dos Deputados. Desde o começo da pandemia do coronavírus, os dados da ferramenta também têm sido ponderados com apurações qualitativas do time de especialistas do JOTA, para fornecer atualizações mais constantes para os assinantes JOTA PRO.

Desde o início de 2020, o JOTA disponibilizou o Aprovômetro, uma ferramenta preditiva que diz as chances de um projeto de lei passar ou não. Nas últimas semanas, os assinantes JOTA PRO passaram ainda a contar com relatórios que mesclam os dados da ferramenta com a apuração em campo – uma combinação que consideramos essencial para enfrentar a crise

Desde julho de 2019, quando começou a tramitar, o PLP 149/2019 sempre ficou com menos de 3% de chances de aprovação, como mostra o histórico da ferramenta. No último relatório do Aprovômetro da crise, enviado para assinantes do serviço na última semana, as meta-características do geraram um Aprovômetro com menos de 2% de chances de aprovação.

Dizia o relatório:  “Mas o modelo foi atualizado com uma ponderação feita pelos analistas do JOTA.  Primeiro, a apresentação de um parecer permitiu a abertura do processo político de negociação, que resultou na aprovação de um requerimento de urgência que mantém o PLP 149/19 na fila do plenário até que o entendimento de mérito seja concluído. Só com acordo em torno do conteúdo do parecer, o projeto tem altas chances de aprovação”.

Como o acordo não saiu, o projeto não foi votado e toda a dificuldade em torno dele foi captada pelos dados e pela análise qualitativa.

Conheça a ferramenta

O Aprovômetro é uma ferramenta que utiliza big data e inteligência artificial para estimar as chances de aprovação de cada projeto de lei ou proposta em tramitação no Congresso. O algoritmo utiliza décadas de dados do Congresso, além de milhares de variáveis, incluindo o texto do projeto, autores, temas, emendas, tendências econômicas e mudanças de forças políticas para estimar a chance de um projeto se tornar lei com grande precisão.

As chances de cada projeto são atualizadas a cada semana, contabilizando as alterações ocorridas no período, ajudando na tomada de decisões sobre o processo legislativo. Em 2019, a ferramenta do JOTA previu corretamente resultado de 97,5% de projetos arquivados e de 72% de propostas que viraram lei.

O vídeo a seguir mostra um exemplo de como o usuário interage com o Aprovômetro – com um exemplo que não é o do plano Mansueto. O uso é restrito a assinantes do serviço.