Eleições 2022

Eleições

Saiba quem são os pré-candidatos ao Senado por Goiás nas eleições 2022

Apenas uma cadeira estará vaga em dezembro. Pelo menos oito postulantes ao cargo se colocaram na disputa eleitoral

candidatos senado Goiás

Os eleitores de Goiás vão eleger neste ano o substituto do senador Luiz do Carmo (PSC), que deixa a vaga em dezembro. Os partidos têm até 5 de agosto para definir nas convenções os nomes dos candidatos ao Senado por Goiás que serão registrados na Justiça Eleitoral para concorrer nas eleições 2022.

No estado, os rumos das futuras candidaturas seguem incertos, já que outras peças do jogo político ainda não declararam suas posições. O ex-governador Marconi Perillo (PSDB) afirmou que deve disputar o pleito, mas não definiu se vai se lançar ao Senado ou a mais um mandato ao Palácio das Esmeraldas.

Parte dos postulantes ao cargo ainda concorrem para compor a chapa do atual governador e pré-candidato à reeleição, Ronaldo Caiado (UB). É o caso do próprio Luiz do Carmo. Caiado se afastou do deputado federal João Campos (Republicanos), por exemplo, que pretendia ter o apoio do governador.

Enquanto isso, delegado Waldir (UB) e Wilder Morais (PL) almejam o apoio do presidente Jair Bolsonaro. Com a divisão de votos, Waldir fez uma consulta ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para saber se os partidos podem lançar mais de um candidato na mesma chapa nos estados.

Outros nomes ligados a partidos mais à direita no espectro político também se colocaram como possíveis candidatos, como o ex-ministro Alexandre Baldy (PP) e o presidente da Assembleia Legislativa, Lissauer Vieira (PSD). Pela esquerda, Euler Ivo (PCdoB) voltou à cena política e Manu Jacob (PSOL), por enquanto, é a única mulher na disputa.

Confira a lista com os possíveis candidatos ao Senado por Goiás nas Eleições de 2022:

Assinantes do JOTA PRO Poder conhecem as pautas que vão movimentar os Três Poderes com semanas ou até meses de antecedência. Acompanhe a evolução dos cenários com nossos analistas. Experimente o JOTA PRO Poder grátis.

João Campos (Republicanos)

Natural de Peixe (TO), João Campos, 59 anos, formado em Direito, foi delegado de polícia em Aparecida de Goiânia, e secretário de Segurança de Goiás antes de se voltar para a carreira política, em 2003. Naquele ano, foi eleito deputado federal, cargo para o qual foi reeleito cinco vezes, primeiro pelo PSDB, e depois pelo PRB, antes de a sigla mudar de nome para Republicanos. Pastor, Campos integrou a Frente Parlamentar Evangélica. Agora João Campos deve ser candidato ao Senado por Goiás nas eleições de 2022.

Alexandre Baldy (PP)

Alexandre Baldy tem 42 anos e nasceu na capital goiana, onde se formou em Direito, atuou como empresário e militou em organizações ligadas ao setor produtivo. Em 2011, assumiu a Secretaria de Indústria e Comércio durante o governo de Marconi Perillo. Após essa experiência, se elegeu deputado federal pelo PSDB em 2014. Dois anos depois, trocou o PSDB pelo então PTN, do qual também saiu em 2017, quando foi chefiar o Ministério das Cidades no governo de Michel Temer. Em 2019, foi secretário de Transportes em São Paulo, na gestão de João Dória. Agora Alexandre Baldy deve ser candidato ao Senado por Goiás nas eleições 2022.

Delegado Waldir (União Brasil)

Waldir Soares de Oliveira, o Delegado Waldir, tem 59 anos e é natural de Jacarezinho (PR). Formado em Direito, fez carreira como delegado a partir dos anos 2000 em cidades do entorno do Distrito Federal e em Goiânia (GO). No começo da vida política, em 2011, ficou 5 meses no cargo de deputado federal, como suplente. Três anos depois, foi eleito como titular na Câmara dos Deputados pelo Paraná. No pleito seguinte, em 2018, se elegeu pelo PSL, então partido de Bolsonaro. Agora deve ser candidato a senador por Goiás nas eleições 2022.

Wilder Morais (PL)

Wilder Morais tem 53 anos e é oriundo do município de Taquaral (GO). Ele se mudou para Goiânia para estudar e lá se formou em Engenharia Civil. Em 2007, abriu uma construtora e atuou como empresário do setor. Três anos depois, concorreu ao Senado como suplente na chapa de Demóstenes Torres, à época, no DEM. Em 2011, Morais chefiou a Secretaria de Estado de Infraestrutura na gestão de Marconi Perillo. No ano seguinte, assumiu a cadeira de Torres quando ele foi cassado por quebra de decoro parlamentar. Morais ficou no cargo até 2018 e agora deverá ser novamente candidato ao Senado por Goiás (GO) nas eleições 2022.

Lissauer Vieira (PSD)

O atual presidente da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) é o gaúcho Lissauer Vieira, produtor rural e empresário. Em Rio Verde (GO), foi secretário municipal de Comunicação, há nove anos. Ele estreou na política em 2014, quando disputou e venceu a primeira eleição para deputado estadual pelo PSD. No pleito seguinte. Em 2015, migrou para a Rede, e depois PSB. Em março, retornou ao PSD. Agora deve ser candidato ao Senado por Goiás (GO) nas eleições 2022.

Leonardo Rizzo (Novo)

Leonardo Rizzo é natural da Cidade de Goiás (GO). Graduado em Ciências Econômicas, trabalhou como corretor de imóveis até abrir a própria empresa. Também foi presidente do time de futebol Vila Nova. Para se colocar como pré-candidato a senador por Goiás pelo Novo, teve de se submeter a um processo seletivo do partido.

Luiz do Carmo (PSC)

Luiz do Carmo, 58 anos, nasceu em Palminópolis (GO). O empresário é dono de cinco usinas de extração de calcário em Goiás, além de uma transportadora e uma distribuidora de autopeças. Concorreu a um cargo eletivo pela primeira vez em 2006 pelo PMDB, tornando-se deputado estadual. Foi reconduzido ao posto em 2010. Nesse período, chegou a se licenciar para assumir a Secretaria de Infraestrutura. Em 2019, tomou posse como suplente do então senador Ronaldo Caiado (UB), que se licenciou para governar Goiás. Em abril, foi para o PSC, partido pelo qual deve ser candidato ao Senado por GO nas eleições 2022.

Euler Ivo (PCdoB)

Euler Ivo, 73 anos, nasceu em Piracanjuba (GO) e é empresário. Durante a ditadura militar, viveu na clandestinidade, pois foi um dos fundadores do PCdoB e esteve envolvido com movimentos armados de oposição ao regime. Em 1979, retornou a Goiás. Três anos depois, Euler foi eleito vereador por Goiânia. Em 1990, foi reconduzido ao cargo. Agora Euler Ivo deve ser candidato ao Senado por Goiás nas eleições 2022.

Manu Jacob (PSOL)

Manu Jacob é professora da rede pública estadual, nasceu em Ceres (GO) e tem 36 anos. Além disso, é comentarista na Rádio Bandeirantes e Rádio Sucesso. No pleito de 2020, Manu Jacob concorreu ao cargo de prefeita, mas não se elegeu. Atualmente, é dirigente regional do PSOL e deve ser a candidata do partido a senadora por Goiás nas eleições de 2022.

Assinantes do JOTA PRO Poder conhecem as pautas que vão movimentar os Três Poderes com semanas ou até meses de antecedência. Acompanhe a evolução dos cenários com nossos analistas. Experimente o JOTA PRO Poder grátis.