Saúde

Próteses e órteses

Anvisa sugere divulgação pública de preços no mercado de órteses e próteses

Estudo de Análise de Impacto Regulatório feita pela agência recomenda o monitoramento econômico dos valores praticados no setor

Anvisa

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) apresenta na próxima quinta-feira (12/9) um estudo inédito que traz sugestões sobre como reduzir fraudes no mercado de órteses e próteses no país. A principal recomendação da autarquia é o monitoramento econômico com a divulgação pública de preços dos produtos praticados no mercado como forma de tentar solucionar os problemas que ficaram conhecidos como a “Máfia das Próteses” a partir de 2015.

JOTA teve acesso ao relatório da Anvisa. No documento, a agência faz uma comparação quantitativa e qualitativa dos impactos regulatórios do monitoramento econômico e da regulação econômica de preços, outro caminho que está sendo estudado pelo governo.

A Análise do Impacto Regulatório (AIR) atende à determinação do TCU para que a agência resolva as distorções no mercado e possibilite a transparência e comparação de preços.

Esta análise preliminar vai ser levada ao Senado Federal e ser explicada a parlamentares, representantes do Tribunal de Contas da União (TCU), dos Ministérios da Saúde e da Economia e do setor de saúde.

Leia aqui a íntegra do documento.


Faça o cadastro gratuito e leia até 10 matérias por mês. Faça uma assinatura e tenha acesso ilimitado agora

Cadastro Gratuito

Cadastre-se e leia 10 matérias/mês de graça e receba conteúdo especializado

Cadastro Gratuito