Mercado

Orçamento

Tesouro vê necessidade de corte de emendas para evitar paralisação da máquina

Bruno Funchal destaca que despesas obrigatórias devem ser recompostas rapidamente; Ministério busca solução

bruno funchal
Bruno Funchal, secretário do Tesouro Nacional. Créditos: Edu Andrade/Ministério da Economia

O Tesouro Nacional apontou nesta terça que o orçamento aprovado pelo Congresso Nacional demandará corte das emendas parlamentares para evitar uma paralisação da máquina pública. Segundo o Tesouro, a subestimativa de despesas obrigatórias no orçamento aprovado “provoca problemas para o funcionamento do teto porque tais dotações terão que ser recompostas por meio de cortes nas […]

Leia este texto gratuitamente

Cadastre-se e tenha acesso a dez conteúdos todo mês.

cadastre-se agora. é grátis!

Informações confiáveis, assertivas e úteis. ​Leia e entenda por que o JOTA ​foi eleito a melhor startup de informação do mundo.