Mercado

Mercado de capitais

Com teoria do ‘controle da conta’, CVM condena agente por operação fraudulenta

Pery Neto, da TOV, foi acusado por churning pela área técnica da autarquia. Caso foi enviado ao MPF-SC

Gustavo Gonzalez
Gustavo Gonzalez, relator do caso / Crédito: Divulgação

O colegiado da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) condenou, por unanimidade, Pery de Oliveira Neto, agente autônomo de investimentos da corretora TOV, por negociar a carteira do investidor sem propósito econômico, só para ganhar com a corretagem – prática conhecida como churning. Neto foi condenado a pagar uma multa pecuniária de R$ 250 mil, já que o […]

Leia este texto gratuitamente

Cadastre-se e tenha acesso a dez conteúdos todo mês.

cadastre-se agora. é grátis!

Informações confiáveis, assertivas e úteis. ​Leia e entenda por que o JOTA ​foi eleito a melhor startup de informação do mundo.