Supra

STF

Toffoli, Paulo Bernardo e a opinião pública

Os argumentos técnicos e a estratégia de comunicação

Brasília - O ex-ministro do Planejamento Paulo Bernardo, preso preventivamente durante a Operação Custo Brasil, é transferido pela Polícia Federal para São Paulo (José Cruz/Agência Brasil)

Nesta quarta, o ministro Dias Toffoli revogou a prisão cautelar de Paulo Bernardo. A prisão cautelar havia sido decretada por “não ter sido localizada expressiva quantia em dinheiro desviada dos cofres públicos”, representando “risco evidente às próprias contas do País, que enfrenta grave crise financeira”. Horas depois, Toffoli estendeu a decisão ao empresário Dércio Guedes […]

Leia este texto gratuitamente

Cadastre-se e tenha acesso a dez conteúdos todo mês.

cadastre-se agora. é grátis!

Informações confiáveis, assertivas e úteis. ​Leia e entenda por que o JOTA ​foi eleito a melhor startup de informação do mundo.