Do Supremo

STF

PF pede ao STF para afastar diretor da Polícia do Senado e três agentes

Segundo delegado, servidores tentam intimidar testemunhas e agem como se fossem inatingíveis

EBC

A Polícia Federal pediu que o Supremo Tribunal Federal determine a suspensão do diretor da Polícia Legislativa do Senado, Pedro Ricardo de Araújo, e de mais três agentes, e estabeleça que eles estão impedimento de acessar a instituição. Segundo o delegado da Polícia Federal (PF) Felipe Alcântara de Barros Leal, eles atuam para retaliar testemunhas da Operação Métis, que investiga ações deflagradas para atrapalhar apurações da Lava Jato.

“Como já manifestado nos autos, a desfaçatez e a desinibição dos investigados como se fossem inatingíveis reclama decisão proporcional do Supremo, cabendo ao Judiciário assegurar a ordem pública, paralisando a atuação ilícita deste grupo criminoso, e promover a conveniência da instrução criminal ao blindar as testemunhas dos mais diversos atos intimidatórios”, escreveu o delegado.

“A deflagração da Operação Métis não provocou receio quanto à persecução criminal, muito menos inibiu a Direção da Polícia do Sendo de manter sua estrutura e de realizar atividades de intimidação de testemunhas da PF”, completou.

Leal afirmou ao STF que um dos policiais que relataram suposta irregularidades estão sendo alvo de perseguição, como determinação expressa para de tratamento diferenciado quanto à jornada de trabalho.

A Operação Métis fez buscas no Senado e apreendeu materiais de varreduras utilizados em ações de contrainteligência.

As ações teriam como objetivo beneficiar Fernando Collor (PTC-AL), Edison Lobão (PMDB-MA), Gleisi Hoffmann (PT-PR); e o ex-senador José Sarney (PMDB-AP) e consistia em medida de contrainteligência, ou seja, vasculhar gabinetes e residências ligadas aos parlamentares e identificar possíveis grampos. Tudo sem deixar registro. A orientação, dizem os investigadores, era para destruir qualquer equipamento encontrado.


Você leu 0 de 3 matérias a que tem direito no mês.

Login

Cadastre-se e leia 10 matérias/mês de graça e receba conteúdo especializado

Cadastro Gratuito