Do Supremo

Alegações finais

Aras vê ‘traços de deslealdade’ em delação da J&F e pede homologação de rescisão

Fachin remeteu decisão de rescindir delação para o plenário, mas não há data para julgamento. Leia a íntegra

JBS J&F
Joesley Batista ao prestar depoimento à PF em SP - Crédito: Rovena Rosa/Agência Brasil

O procurador-geral da República Augusto Aras pediu ao Supremo Tribunal Federal que homologue a rescisão do acordo de colaboração premiada firmado com diretores da J&F, em alegações finais apresentadas nesta segunda-feira (4/11). Aras apresenta quatro atos principais que configuraram descumprimento do acordo por Joesley Batista, Wesley Batista, Ricardo Saud e Francisco de Assis e Silva […]

Leia este texto gratuitamente

Cadastre-se e tenha acesso a dez conteúdos todo mês.

cadastre-se agora. é grátis!

Informações confiáveis, assertivas e úteis. ​Leia e entenda por que o JOTA ​foi eleito a melhor startup de informação do mundo.