Coluna do Stocche Forbes

Voto à distância, participação dos acionistas e governança

Boletim de voto à distância é, do ponto de vista conceitual, um inegável avanço de governança corporativa, facilitando o exercício dos direitos políticos pelos acionistas

Dentro do plexo de partes interessadas nas companhias abertas (stakeholders), a atribuição do poder de voto nas deliberações societárias aos acionistas fundamenta-se, sob a ótica econômica, no direito dos sócios de, em caso de liquidação do patrimônio societário, receber os bens remanescentes depois do adimplemento de todas as dívidas e passivos[1]. Com efeito, enquanto o […]

Leia este texto gratuitamente

Cadastre-se e tenha acesso a dez conteúdos todo mês.

cadastre-se agora. é grátis!

Informações confiáveis, assertivas e úteis. ​Leia e entenda por que o JOTA ​foi eleito a melhor startup de informação do mundo.