Justiça

Mensalão

TJMG mantém condenação de Eduardo Azeredo, mas sem prisão imediata

5ª Câmara Criminal rejeitou embargos por 3 votos a 2. Ainda cabem recursos contra a decisão

Eduardo Azeredo, réu no mensalão mineiro, em sessão na Câmara dos Deputados em 2014 (Foto: Beto Oliveira/Câmara dos Deputados)
Eduardo Azeredo, em sessão na Câmara dos Deputados em 2014 (Foto: Beto Oliveira/Câmara dos Deputados)

A 5ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) rejeitou nesta terça-feira (24/04), por 3 votos a 2, os embargos infringentes interpostos pela defesa do ex-governador do estado, Eduardo Azeredo (PSDB), réu por peculato e lavagem de dinheiro no esquema conhecido como “mensalão mineiro”, durante a eleição para governador em 1998. Apesar […]

Leia este texto gratuitamente

Cadastre-se e tenha acesso a dez conteúdos todo mês.

cadastre-se agora. é grátis!

Informações confiáveis, assertivas e úteis. ​Leia e entenda por que o JOTA ​foi eleito a melhor startup de informação do mundo.