Justiça

STJ

STJ define candidatos à vaga do ministro aposentado Gilson Dipp

Em eleição acirrada, ministros escolhem desembargadores dos TRF´s da 1ª, 3ª e 4ª Regiões

Foto: José Alberto

Os desembargadores João Batista Gomes Moreira (TRF1), Joel Ilan Paciornik (TRF4) e José Marcos Lunardelli (TRF3) estão na disputa por uma cadeira no Superior Tribunal de Justiça (STJ). Os nomes compõe lista tríplice definida nesta quarta-feira (07/10), para vaga destinada à Justiça Federal.

Os magistrados foram escolhidos dentre uma lista de 16 nomes, de quatro TRFs. A eleição foi concorrida, com Moreira e Paciornik eleitos em segundo escrutínio com 19 e 18 votos, respectivamente. Lunardelli foi eleito em terceiro escrutínio com 16 votos.

Os magistrados ocuparão a vaga deixada com a aposentadoria do ministro Gilson Dipp, em setembro de 2014. Os nomes serão encaminhados à presidente Dilma Rousseff, que indicará um dos candidatos para ser sabatinado na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado.

A lista tríplice será encaminhada à presidência juntamente à formada na noite desta terça-feira (06/10). Foram escolhidos os desembargadores Antonio Saldanha Palheiro (TJRJ), Nelson Juliano Schaefer Martins (TJSC) e José Afrânio Vilela (TJMG)  para a vaga destinada à Justiça Estadual.

Com a PEC da Bengala, que elevou a aposentadoria compulsória dos ministros de 70 para 75 anos, a próxima formação de lista tríplice para a Justiça Federal ocorrerá apenas em 2020, com a aposentadoria do ministro Napoleão Nunes Maia Filho. A seleção de novos ministros para a Justiça Estadual demorará ainda mais: será apenas em 2026 com a aposentadoria do ministro Og Fernandes.


Cadastre-se e leia 10 matérias/mês de graça e receba conteúdo especializado

Cadastro Gratuito