Justiça

Araraquara

CNJ mantém remoção compulsória de juíza que deu lanches a presos

Juíza deu lanches em seu gabinete a seis presos; depois, determinou a soltura deles em audiência de custódia

juíza; mulher ajufe; CNJ
Conselho Nacional de Justiça | Foto: Flickr CNJ

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) manteve a remoção compulsória de uma juíza da 2ª Vara Criminal de Araraquara, interior de São Paulo, que deu lanches a seis presos em seu gabinete e depois determinou a soltura deles em audiência de custódia. O caso foi julgado em sessão plenária nesta terça-feira (9/4), e a maioria […]

Leia este texto gratuitamente

Cadastre-se e tenha acesso a dez conteúdos todo mês.

cadastre-se agora. é grátis!

Informações confiáveis, assertivas e úteis. ​Leia e entenda por que o JOTA ​foi eleito a melhor startup de informação do mundo.