Do Supremo

STF

“TSE tem posição contra divisibilidade da ação”, diz Gilmar Mendes

Vice-presidente Michel Temer pediu que tribunal responsabilizasse apenas Dilma Rousseff

Gilmar Mendes; livro; Kandir
Ministro Gilmar Mendes / Crédito: Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr

O ministro Gilmar Mendes afirmou, nesta quarta-feira (13/4), que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deve esperar o desfecho do processo do impeachment para depois analisar o pedido do vice-presidente, Michel Temer, que visa separar a conduta da presidente Dilma Rousseff na Ação de Impugnação de Mandato Eletivo (Aime) que pode resultar na cassação da chapa que […]

Leia este texto gratuitamente

Cadastre-se e tenha acesso a dez conteúdos todo mês.

cadastre-se agora. é grátis!

Informações confiáveis, assertivas e úteis. ​Leia e entenda por que o JOTA ​foi eleito a melhor startup de informação do mundo.