Jotinhas

Impeachment

Lewandowski aceita recurso por perícia nos decretos suplementares e nas “pedaladas fiscais”

Comissão rejeitou pedido de Dilma

Brasília - DF, 08/06/2016. Presidenta Dilma Rousseff durante entrevista para Rede TV no Palácio da Alvorada. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), aceitou o recurso da Presidente afastada Dilma Rousseff, para realizar perícia nos decretos suplementares e nas “pedaladas fiscais”.

A Comissão Especial do Impeachment havia rejeitado o pedido.

Para os apoiadores do impeachment de Dilma, seria perda de tempo e desperdício de dinheiro público, sem falar na impossibilidade de se fazer uma perícia bem feita num curto espaço de tempo. O ex-ministro José Eduardo Cardozo, advogado de Dilma, afirmou que a perícia vai jogar por terra os argumentos da acusação.

Na decisão, Lewandowski afirmou que “deferir, nesta sede recursal, a produção de prova rejeitada pela Comissão Especial terá o condão de evitar a arguição de eventual nulidade por parte da defesa, quanto a esse aspecto, que poderia colocar em risco a higidez jurídico deste que, certamente, constitui um dos julgamentos de maior repercussão da História do País”.


Cadastre-se e leia 10 matérias/mês de graça e receba conteúdo especializado

Cadastro Gratuito