Carreira

Carreira

Edital de concurso da Defensoria Pública do Estado de Goiás está próximo de sair

Já no Distrito Federal, inscrições para o concurso de defensor se encerram na quarta-feira, 29 de maio

Defensoria Pública
Goiânia, capital do estado de Goiás / Crédito: Embratur

A Defensoria Pública do Estado de Goiás deve publicar em breve o edital para o concurso de defensor público. A Portaria nº 143/2019, além de autorizar o certame em questão, constituiu a comissão, que será comandada pelo diretor da Escola Superior da Defensoria Pública do Estado, Saulo Carvalho David.

Também integram a comissão outros cinco defensores públicos do Estado (Tatiana Marina Bronzato, Rafael Brasil Vasconcelos, Ana Carolina Leal de Oliveira, Gabriel Vieira Berla e Philipe Arapian) e Samuel Balduino Pires da Silva, representante indicado pela OAB – Seccional de Goiás, além de outros membros suplentes.

Agora, o próximo passo consistirá na preparação do edital de abertura do concurso e na definição da banca organizadora.

A remuneração inicial da 3ª categoria do cargo de defensor público é de R$ 27.174,27. É imprescindível que o candidato seja bacharel em Direito e que atenda, até a posse, a exigência de 3 anos de atividade jurídica exercida após a obtenção do grau de bacharelado em Direito.

O último edital da Defensoria Pública do Estado de Goiás foi lançado em 2014 e teve a Universidade Federal de Goiás (UFG) como banca organizadora. Na ocasião foram ofertadas 14 vagas.

Concurso com inscrições abertas

Defensor Público – Defensoria Pública do Distrito Federal

Data de encerramento: 29 de maio

Vagas: 12 + Cadastro de Reservas

Remuneração: R$ 24.668,75

Prova Objetiva: 7 de julho de 2019

Organizadora: Cebraspe

Concursos previstos

A perspectiva de um novo edital para a Polícia Civil do Estado do Rio Grande do Norte ainda este ano é grande. Isto porque já houve a escolha da comissão responsável pela organização do concurso e a publicação dos membros no Diário Oficial do Estado.

A comissão designada para realização do certame será presidida pelo servidor José Ediran Magalhães Teixeira e formada pelos membros: Maria das Graças de Araújo, Tereza Cristina Morais dos Reis, Osvaldo Jerônimo Neto, Marize Ribeiro Tavares de Lira, Adson Kepler Monteiro Maia, Carlos Albertto Gonçalves Brandão Júnior, Karla Viviane de Sousa Rêgo e Júlio Cesar Barbosa da Costa.

A previsão é de que sejam ofertadas um total de 302 vagas, o qual serão distribuídas do seguinte modo:

  • Delegado: 41 vagas
  • Escrivão: 26 vagas
  • Agente de polícia: 235 vagas

Para poder concorrer aos cargos, é fundamental possuir nível superior em qualquer área de formação, com exceção para a carreira de delegado de polícia, que requer diploma de bacharel em Direito.

A remuneração inicial para os cargos em questão são:

Delegado: R$ 12.303,27

Escrivão: R$ 3.022,11

Agente de Polícia: R$ 3.022,11

A corporação lançou o seu último edital em 2008, com uma oferta inicial de 438 vagas, distribuídas do seguinte modo: 68 vagas para delegado, 107 vagas para escrivão e 263 vagas para agente de polícia.

Na seleção, os candidatos foram avaliados mediante provas objetiva, discursiva e de capacidade física, além de avaliação psicológica e curso de formação. A prova prática foi aplicada somente para o cargo de escrivão de polícia. A CESPE/UnB foi banca organizadora escolhida para realização do último certame.

Saiba mais sobre os concursos previstos no Radar de Concursos:


Faça o cadastro gratuito e leia até 10 matérias por mês. Faça uma assinatura e tenha acesso ilimitado agora

Cadastro Gratuito

Cadastre-se e leia 10 matérias/mês de graça e receba conteúdo especializado

Cadastro Gratuito