Advocacia

Cinema

“Não pode ter advogado empregado travestido de associado”

Para Juliano Costa Couto, presidente da OAB-DF, advogado que cumpre jornada deve ter piso garantido

Juliano Costa Couto, presidente da OAB-DF / Crédito: Divulgação OAB-DF

Na visão do presidente da seccional da OAB do Distrito Federal Juliano Costa Couto, escritórios que têm contratos com associados submetidos a regime de jornada deveriam garantir o pagamento remuneratório seguindo o piso estabelecido em lei. “Não podemos ter advogado empregado travestido de associado”, afirma Costa Couto. “Inclusive, existem situações, não só em Brasília, de […]

Leia este texto gratuitamente

Cadastre-se e tenha acesso a dez conteúdos todo mês.

cadastre-se agora. é grátis!

Informações confiáveis, assertivas e úteis. ​Leia e entenda por que o JOTA ​foi eleito a melhor startup de informação do mundo.