Justiça

OAB-SP

Caio Augusto da Silva é eleito presidente da OAB-SP

Em disputa acirrada, Caio superou Marcos da Costa e comandará a OAB-SP a partir de 2019

Caio Augusto da Silva
Crédito: Reprodução/ Facebook

O advogado e atual secretário-geral da seccional da Ordem dos Advogados do Brasil de São Paulo (OAB-SP) Caio Augusto da Silva foi eleito presidente da entidade paulista para o triênio 2019/2021 nessa quinta-feira (29/11). O vice será Ricardo Toledo, atual tesoureiro. Mais de 100 mil advogados participaram da eleição.

A disputa foi acirrada. Até o momento, com 646 das 936 urnas apuradas, Caio registrou 35.057 votos contra 28.876 de Marcos da Costa. O terceiro lugar foi Leonardo Sica, com 22.055 votos, seguido de Sergei Cobra Arbex, com 17.117 , e Antonio Ruiz Filho, com 8.526 votos.

Quase 10% dos advogados votaram em branco ou nulo.

Caio e Ricardo contaram com o apoio de José Roberto Batochio, presidente do Conselho Federal da Ordem nos anos 90.

Segundo o candidato, a chapa elaborou suas propostas com a colaboração de toda as bases de cada região do Estado. Por meio dessas conversas, foram decididas onze propostas principais.

Entre elas, destacam-se a defesa da advocacia e revalorização da profissão; a defesa da democracia e do Estado Democrático de Direito; a recuperação da força e da independência institucional da OAB em defesa da cidadania e advocacia; nova postura institucional fundada na transparência, governança, compliance e gestão democrática real; valorização e emponderamento da mulher advogada e da advocacia negra; benefícios efetivos para os escritórios de advocacia; ampliação do mercado de trabalho e a criação da ESA 3.0, uma nova escola superior da advocacia ampliada.


Você leu 1 de 3 matérias a que tem direito no mês.

Login

Cadastre-se e leia 10 matérias/mês de graça e receba conteúdo especializado

Cadastro Gratuito