Do Supremo

STF

Estado deve, se necessário, fornecer remédio caro fora da lista do SUS, vota Marco Aurélio

Julgamento foi interrompido por pedido de vista do ministro Luís Roberto Barroso

O Estado deve fornecer medicamentos de alto custo que não estão incluídos na lista do Sistema Único de Saúde (SUS) a pacientes desde que haja comprovação da imprescindibilidade e da incapacidade financeira do doente e de sua família. Assim votou o ministro Marco Aurélio, do Supremo Tribunal Federal (STF), na sessão desta quinta-feira (15/9), na qual o  tribunal começou a analisar […]

Leia este texto gratuitamente

Cadastre-se e tenha acesso a dez conteúdos todo mês.

cadastre-se agora. é grátis!

Informações confiáveis, assertivas e úteis. ​Leia e entenda por que o JOTA ​foi eleito a melhor startup de informação do mundo.


Sair da versão mobile