Legislativo

CPI da Pandemia

Anistia Internacional diz que ação coordenada poderia ter salvo 120 mil vidas

Ex-reitor da Ufpel estimou número maior de vidas poupadas com adoção de medidas não-farmacológicas e vacinas

Crédito: Jefferson Rudy/Agência Senado

Em depoimento à CPI da Pandemia nesta quinta-feira (24), o pesquisador e ex-reitor da Universidade Federal de Pelotas (Ufpel), Pedro Hallal, e a diretora-executiva da Anistia Internacional e coordenadora do Movimento Alerta, Jurema Werneck, afirmaram que milhares de vidas poderiam ter sido salvas no Brasil se o país tivesse adotado uma coordenação nacional com adoção […]

Leia este texto gratuitamente

Cadastre-se e tenha acesso a dez conteúdos todo mês.

cadastre-se agora. é grátis!

Informações confiáveis, assertivas e úteis. ​Leia e entenda por que o JOTA ​foi eleito a melhor startup de informação do mundo.


Sair da versão mobile