Do Supremo

STF

Celso de Mello diz que execução provisória é “esdrúxula”, mas mantém Lula preso

Ministro afirmou que se dobra a entendimento do colegiado e que não há como conceder HC de ofício ao petista

Foto: Nelson Jr./SCO/STF

Último a votar no pedido de liberdade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal, classificou a execução provisória da pena de esdrúxula, mas seguiu a maioria já formada na 2ª Turma para rejeitar a reclamação do petista e mantê-lo preso. Com isso, o recurso do ex-presidente […]

Leia este texto gratuitamente

Cadastre-se e tenha acesso a dez conteúdos todo mês.

cadastre-se agora. é grátis!

Informações confiáveis, assertivas e úteis. ​Leia e entenda por que o JOTA ​foi eleito a melhor startup de informação do mundo.