Do Supremo

Análise

Aberto há um ano, inquérito que investiga Bolsonaro não avança por indefinição do STF

Ministros ainda precisam definir se um presidente, na condição de investigado, pode prestar depoimento por escrito

bolsonaro
Presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido). Crédito: ImagoImages

Em 24 de abril de 2020, o então ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, deixou o cargo de forma nada amigável. Em coletiva de imprensa, Moro acusou o presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido) de tentar interferir politicamente na Polícia Federal para beneficiar seus filhos. Quase que imediatamente, o procurador-geral da República, […]

Leia este texto gratuitamente

Cadastre-se e tenha acesso a dez conteúdos todo mês.

cadastre-se agora. é grátis!

Informações confiáveis, assertivas e úteis. ​Leia e entenda por que o JOTA ​foi eleito a melhor startup de informação do mundo.