Infra

Podcast

Infracast: desafios e oportunidades para o esgotamento sanitário

O entrevistado é Maurício Quintella, ex-ministro dos Transportes e atual secretário de Infraestrutura de AL

Foz do rio São Francisco, em Alagoas. Foto: Ascom

No último dia 29 de maio, o estado de Alagoas publicou o edital de concessão dos serviços públicos de abastecimento de água e esgotamento sanitário da região metropolitana de Maceió. O projeto, estruturado juntamente com BNDES, decorre de inovadora orquestração de partes interessadas.

O secretário de Infraestrutura de Alagoas, Maurício Quintella – que foi, também, ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil nos anos de 2016 a 2018 – aborda, de forma clara e detalhada, essa modelagem da nova parceria a para universalização do serviço de saneamento.

Explica, também, os diversos modelos contratuais já testados no estado (PPP, locação de ativos e concessões) e detalha alguns dos motivos pelos quais não se optou pela privatização da CASAL e, quais as estratégias e mecanismos que estão sendo considerados e implementados para gerar investimentos e eficiência para as metas de universalização do saneamento para Alagoas.

Nesta entrevista, Fernando Marcato e Isadora Cohen buscam entender os desafios e as oportunidades para o esgotamento sanitário, as razões de manutenção da CASAL nas atividades de fornecimento de água e as novas propostas para fortalecimento da regulação. Além disso, são tratados os projetos de outros setores que integram o pipeline e o planejamento de parcerias alagoanas para os próximos anos.

Ouça o podcast:

Assista também pelo Youtube: