Opinião & Análise

Pandemia

Os limites da lei e a promoção imprópria da cloroquina

A responsabilização de atos definidos como improbidade administrativa e até como crimes de responsabilidade

bolsonaro cloroquina
O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), em ato para promoção de cloroquina / Crédito: Reprodução

A recente notícia de que o Ministério da Saúde prevê um gasto de R$ 250 milhões para o oferecimento de hidroxicloroquina e azitromicina no programa Farmácia Popular como parte de um “kit covid” surpreendeu até mesmo aqueles já calejados com a ladainha a respeito da medicação. O valor, que permitiria a compra de vacinas – […]

Leia este texto gratuitamente

Cadastre-se e tenha acesso a dez conteúdos todo mês.

cadastre-se agora. é grátis!

Informações confiáveis, assertivas e úteis. ​Leia e entenda por que o JOTA ​foi eleito a melhor startup de informação do mundo.