Opinião & Análise

Artigo

Não se esqueçam de Patrícia Acioli

Quem matou a juíza não foi um policial tresloucado ou dois. Foram onze. Com o apoio do comandante do Batalhão

Juíza foi assassinada em frente da própria casa com 21 tiros. Imagem: Reprodução Youtube

Em uma nação “cordial”1 especialmente bárbara em relação às suas mulheres, não é de se espantar tenham sido duas delas os alvos dos assassinatos que mais abalaram a esfera pública brasileira na presente década: a vereadora Marielle Franco e a juíza Patrícia Acioli. Marielle e Patrícia, Patrícia e Marielle. Autênticas mártires, morreram em razão das […]

Leia este texto gratuitamente

Cadastre-se e tenha acesso a dez conteúdos todo mês.

cadastre-se agora. é grátis!

Informações confiáveis, assertivas e úteis. ​Leia e entenda por que o JOTA ​foi eleito a melhor startup de informação do mundo.