Opinião & Análise

Sou da Paz

É urgente uma política de uso da força policial

Se a missão das polícias é preservar vidas, momento de parar deve ser claro para que novos casos como o de Paraisópolis não se repitam

Beco é grafitado para homenagear os jovens mortos em Paraisópolis no dia 01/12. Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil/Fotos Públicas

As mortes em Paraisópolis são inaceitáveis. Sabemos que a atuação policial naquele contexto não é simples, assim como não é em qualquer outra festa no espaço público. Mas sabemos também que a atuação policial ali poderia ter sido bastante diferente, como em geral é nas festas e eventos públicos em regiões mais centrais da cidade, […]

Leia este texto gratuitamente

Cadastre-se e tenha acesso a dez conteúdos todo mês.

cadastre-se agora. é grátis!

Informações confiáveis, assertivas e úteis. ​Leia e entenda por que o JOTA ​foi eleito a melhor startup de informação do mundo.