Do Supremo

STF

Supremo avaliza adoção de crianças por casal homoafetivo

Vencido, Ministério Público do Paraná argumentou que união estável não era equiparada à unidade familiar

Crédito Fellipe Sampaio/SCO/STF

A ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal, considerou que uma união estável homoafetiva é equivalente à entidade familiar e garantiu a um casal de homens do Paraná o direito de adotar duas crianças. A decisão foi tomada em um recurso extraordinário no começo de março e publicada nesta quarta (18/03). Ainda há prazo para […]

Leia este texto gratuitamente

Cadastre-se e tenha acesso a dez conteúdos todo mês.

cadastre-se agora. é grátis!

Informações confiáveis, assertivas e úteis. ​Leia e entenda por que o JOTA ​foi eleito a melhor startup de informação do mundo.