Eleições 2022

Eleições 2022

Saiba quem são os pré-candidatos ao governo de São Paulo em 2022

Partidos têm até 15 de agosto para registrar candidaturas na Justiça Eleitoral

candidatos ao governo de SP
Palácio dos Bandeirantes | Crédito: Mike Peel/Wiki Commons

A campanha eleitoral para o governo do estado de São Paulo só começa em 16 de agosto. Mas alguns partidos já anunciaram nomes e há oito possíveis pré-candidatos a governador de SP nas eleições de 2022.

Em pesquisas de intenção de voto, os nomes de Fernando Haddad (PT), Tarcísio Freitas (Republicanos) e Márcio França (PSB) são os que aparecem com mais frequência.

Porém, cabe lembrar que o cenário ainda não está definido, pois algumas legendas não decidiram se vão lançar postulantes e há negociações para formação de federações partidárias que podem mudar os nomes para o pleito.

Os candidatos podem ser indicados pelos partidos até 5 de agosto, quando termina o prazo para a escolha dos representantes. O registro das candidaturas deve ser feito até 15 de agosto. O título de eleitor deve ser tirado e regularizado até o dia 04 de maio.

Confira a lista com os possíveis candidatos a governador de SP:

Fernando Haddad (PT)

Fernando Haddad é professor de Ciência Política na USP e político filiado ao PT. Foi ministro da Educação no governo Lula, e, em 2012, foi eleito prefeito da cidade de São Paulo. Haddad disputou as eleições presidenciais em 2018, mas perdeu o segundo turno para Jair Bolsonaro (PL).

Tarcísio de Freitas (Republicanos)

Engenheiro civil e militar da reserva, Tarcísio Freitas era ministro de Infraestrutura do governo Bolsonaro e deixou o cargo para concorrer ao governo de São Paulo pelo Republicanos. Natural do Rio de Janeiro, Freitas foi diretor geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes no governo Dilma Rousseff. Durante esse período, foi responsável pelo programa de privatizações, concessões e desestatizações.

Assinantes do JOTA PRO Poder conhecem as pautas que vão movimentar os Três Poderes com semanas ou até meses de antecedência. Acompanhe a evolução dos cenários com nossos analistas. Experimente o JOTA PRO Poder grátis.

Márcio França (PSB)

Nascido em São Vicente (SP), Márcio França é advogado e trabalhou como oficial de justiça antes de ingressar na carreira política. Foi vereador e prefeito de São Vicente pelo PSB. Em 2018, assumiu o governo de São Paulo após a renúncia de Geraldo Alckmin para concorrer à Presidência da República. Disputou a reeleição, mas perdeu no segundo turno.

Vinicius Poit (Novo)

Natural de São Bernardo do Campo (SP), Vinicius Poit foi lançado como pré-candidato ao governo de São Paulo pelo Novo. Formado em administração e com passagem pelo mercado financeiro, Poit é deputado federal em primeiro mandato.

Rodrigo Garcia (PSDB)

Era vice-governador de São Paulo e assumiu o comando do estado no início de abril de 2022 com a renúncia de João Doria. Foi deputado estadual por três mandatos, entre 1999 e 2010, e, em 2014, foi eleito deputado federal pelo DEM. Nascido no município de Tanabi (SP), foi presidente nacional do DEM e secretário-geral do partido no estado de São Paulo. Em 2021, filiou-se ao PSDB para concorrer ao cargo de governador de São Paulo com o apoio de João Doria.

Felicio Ramuth (PSD)

Prefeito de São José dos Campos, Felicio Ramuth foi eleito para o cargo em 2016 e conseguiu a reeleição em 2020. Ele também foi secretário de Transportes e assessor de Planejamento de Comunicação de São José dos Campos durante o mandato de Eduardo Cury (PSDB). Ramuth é formado em Administração com MBA em Gestão Pública.

Gabriel Colombo (PCB)

Gabriel Colombo é formado em agronomia pela USP com mestrado em Ecologia Aplicada. Ele é militante do PCB desde 2015 e foi anunciado pelo partido como pré-candidato a governador de São Paulo. Colombo é natural do Rio de Janeiro, mas vive atualmente em Piracicaba, interior de São Paulo, e participa de movimento sociais por moradia e pela terra.

Abraham Weintraub (Brasil 35)

Abraham Weintraub é ex-ministro da Educação do governo Bolsonaroe é pré-candidato ao governo de São Paulo pelo Brasil 35, antigo PMB (Partido da Mulher Brasileira). Formado em ciências econômicas pela USP com mestrado em administração, Weintraub atualmente é professor da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). Em 2020, foi eleito diretor executivo do 15.º Distrito do conselho administrativo do Banco Mundial. O nome do ex-ministro se destacou pelas polêmicas em que se envolveu no período em que esteve a frente da pasta da Educação.

Elvis Cezar (PDT)

Nascido em Carapicuíba (SP), Elvis Cezar é formado em Direito e ex-prefeito de Santana de Parnaíba. Ocupou o cargo de 2014 a 2020. Antes, foi vereador da cidade por dois mandatos. Foi filiado ao PSDB por 19 anos, mas recentemente filiou-se ao PDT para concorrer ao governo de São Paulo.

Altino Junior (PSTU)

Altino Junior é natural de São Luiz (MA). Formado em Matemática, trabalha no Metrô de São Paulo há 25 anos e é coordenador geral do Sindicato dos Metroviários, anteriormente já ocupou a presidência da entidade. Junior fez parte das manifestações contra o aumento das passagens em junho de 2013 e acabou preso. Em 2016, concorreu à Prefeitura da capital paulista. Sua pré-candidatura ao governo de São Paulo foi lançada pelo PSTU.

Assinantes do JOTA PRO Poder conhecem as pautas que vão movimentar os Três Poderes com semanas ou até meses de antecedência. Acompanhe a evolução dos cenários com nossos analistas. Experimente o JOTA PRO Poder grátis.