Saúde

Repetitivo

Pagar coparticipação não garante plano de saúde empresarial a ex-funcionário

Tese aprovada pelo STJ vale para processos similares; Para manter plano de saúde, contribuição é necessária

coparticipação
Crédito flickr/STJ Ricardo Villas Bôas Cueva

A Segunda Seção do Superior Tribunal de Justiça (STJ) definiu nesta quarta-feira (22/8), por unanimidade, que o ex-funcionário aposentado ou demitido sem justa causa não faz jus à manutenção no plano de saúde coletivo empresarial quando, na atividade, a contribuição foi suportada apenas pela empresa empregadora. A tese aprovada é a seguinte: “Nos planos de […]

Leia este texto gratuitamente

Cadastre-se e tenha acesso a dez conteúdos todo mês.

cadastre-se agora. é grátis!

Informações confiáveis, assertivas e úteis. ​Leia e entenda por que o JOTA ​foi eleito a melhor startup de informação do mundo.