Saúde

Ministério da Saúde

MPF: Barros favoreceu empresa que levou R$ 20 milhões e não entregou medicamento

Procuradoria quer R$ 119 milhões entre ressarcimento e danos morais, além da perda de função pública de acusados

O ex-ministro da Saúde e atual deputado federal Ricardo Barros (PP-PR) | Wilson Dias/Agência Brasil - 13/4/2016

O Ministério Público Federal no Distrito Federal (MPF-DF) afirma, em ação apresentada em dezembro de 2018 (íntegra), que o ex-ministro da Saúde Ricardo Barros (PP-PR) beneficiou a empresa Global Gestão em Saúde S.A. em contrato de cerca de R$ 20 milhões para compra de medicamentos utilizados no tratamento de doenças raras. +JOTA PRO: Experimente de graça nosso […]

Leia este texto gratuitamente

Cadastre-se e tenha acesso a dez conteúdos todo mês.

cadastre-se agora. é grátis!

Informações confiáveis, assertivas e úteis. ​Leia e entenda por que o JOTA ​foi eleito a melhor startup de informação do mundo.