Legislativo

TST

Senado aprova indicação de Alexandre Luiz Ramos para ministro do TST

Ramos foi indicado pelo presidente Michel Temer para o tribunal

O Senado aprovou nesta terça-feira (27/02), por 53 votos a 11 e uma abstenção, a indicação do desembargador Alexandre Luiz Ramos para assumir o cargo de ministro do Tribunal Superior do Trabalho (TST).

Ramos foi o indicado ao TST pelo presidente da República, Michel Temer, para a vaga de ministro do TST, aberta em decorrência da aposentadoria do ministro João Oreste Dalazen, informou o tribunal.

Antes de sua indicação ser submetida ao plenário do Senado, o magistrado foi sabatinado pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Casa e afirmou que ainda é cedo para avaliar os efeitos da reforma trabalhista. Também afirmou que a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) foi a aprovada na década de 1940, em um contexto de um país de população predominante rural e que, portanto, necessitava de atualização.

O ministro tem 25 anos de magistratura e foi nomeado em 2016 como desembargador do Tribunal Regional do Trabalho da 12ª Região (TRT-SC) pelo critério de merecimento. O magistrado tem mestrado e doutorado em Direito do Trabalho, ambos pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Atuou na Justiça do Trabalho em Xanxerê, Chapecó, Araranguá, Imbituba, Itajaí, São José e Florianópolis até sua nomeação para o TRT-SC.


Faça o cadastro gratuito e leia até 10 matérias por mês. Faça uma assinatura e tenha acesso ilimitado agora

Cadastro Gratuito

Cadastre-se e leia 10 matérias/mês de graça e receba conteúdo especializado

Cadastro Gratuito