Legislativo

CPI da Pandemia

Emanuel Catori nega influência de Barros em venda de vacina ao Ministério da Saúde

CPI, que ouviu empresário da da Belcher Farmacêutica, direciona trabalhos para conclusão até o final de setembro

Sócio da farmacêutica Belcher, Emanuel Catori / Crédito: Edilson Rodrigues/Agência Senado

O empresário Emanuel Catori, da Belcher Farmacêutica, negou nesta terça-feira (24/8) em depoimento à CPI da Pandemia influência do deputado Ricardo Barros (PP-PR) na tentativa de venda da vacina CanSino, de uma dose, que envolveria um negócio de R$ 5 bilhões, ao Ministério da Saúde.  Cartori admitiu ser amigo de Barros e afirmou que o […]

Leia este texto gratuitamente

Cadastre-se e tenha acesso a dez conteúdos todo mês.

cadastre-se agora. é grátis!

Informações confiáveis, assertivas e úteis. ​Leia e entenda por que o JOTA ​foi eleito a melhor startup de informação do mundo.