Legislativo

Acompanhe

Sabatina de Augusto Aras na CCJ do Senado para recondução ao cargo de PGR

Após análise da comissão, PGR vai precisar de ao menos 41 votos no plenário, em votação secreta

Conrado Hubner Mendes
Augusto Aras, procurador-geral da República / Crédito: Antonio Augusto/Secom/PGR

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado Federal sabatina, nesta terça-feira (24/8), a partir das 10h, o procurador-geral da República, Augusto Aras, para mais um mandato de dois anos no cargo. O PGR foi indicado pelo presidente Jair Bolsonaro.

A sabatina é a primeira etapa para a análise de recondução ao cargo pelo plenário do Senado. Depois disso, Aras ainda precisa passar por uma votação secreta, na qual precisa de ao menos 41 votos no plenário.

O relator da matéria na CCJ, Eduardo Braga (MDB-AM), na última sexta-feira (20/08), divulgou um parecer favorável à recondução de Aras ao cargo por mais dois anos, a partir de setembro.

O líder do MDB afirmou que Aras tem “procurado reforçar o papel do Ministério Público na solução de conflitos, atuando de forma extraprocessual e preventiva, sem renunciar de fiscalização”.

A expectativa é de aprovação da recondução pela maioria absoluta dos senadores. Votos contrários são esperados da oposição e da bancada lavajatista no Senado.

Acompanhe: