Justiça

STF

Toffoli mantém prisão de homem acusado de furtar sacas de café de R$ 81

Ministro negou o princípio da insignificância apesar de o café ter sido devolvido integralmente à vítima

princípio da insignificância
Nelson Jr./SCO/STF

O ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou o pedido para que fosse julgado presencialmente o caso de um homem acusado de furtar sacas de café no valor de R$ 81 – que depois foram devolvidas – condenado a de três anos, um mês e dez dias de reclusão. O acusado é assistido […]

Leia este texto gratuitamente

Cadastre-se e tenha acesso a dez conteúdos todo mês.

cadastre-se agora. é grátis!

Informações confiáveis, assertivas e úteis. ​Leia e entenda por que o JOTA ​foi eleito a melhor startup de informação do mundo.