Justiça

STF

Após polêmica sobre investigação de Temer, Fernando Segovia deixa PF

Delegado Rogério Galloro foi convidado para assumir o comando da instituição

20/11/2017- Brasília - DF, Brasil- Solenidade de Transmissão do Cargo de Diretor-Geral da Polícia Federal ao Delegado Fernando Queiroz Segovia Oliveira. Foto: Marcos Corrêa/PR

O presidente Michel Temer decidiu exonerar Fernando Segovia da direção-geral da Polícia Federal. No lugar dele, deve assumir o delegado Rogério Galloro, atual secretário Nacional de Justiça e ex-diretor executivo da PF, segundo posto mais importante da corporação.

A troca se dá após o desgaste sofrido por Segovia por ter dado a entender, em entrevista à Agência Reuters, que o inquérito que investiga o presidente Michel Temer (PMDB) por suposto beneficiamento a uma empresa no Decreto dos Portos seria arquivado por falta de provas.

Depois da entrevista, o relator do processo, ministro Luís Roberto Barroso, intimou o chefe da PF para prestar esclarecimentos e afirmou que a conduta dele era “manifestamente imprópria” e poderia, em tese, caracterizar infração administrativa e até mesmo penal.

Nesta terça-feira (27/2), Barroso não concedeu pedido da Procuradoria-Geral da República para uma ordem judicial a fim de garantir que Segovia se abstivesse de interferir nas investigações contra o chefe do Executivo. No despacho, o ministro havia considerado que o chefe da PF já havia se comprometido em não influenciar no caso. Segundo interlocutores do Palácio do Planalto, Segovia deve se tornar adido da PF nos Estado Unidos.

Perfil

Bacharel em Direito, Galloro ingressou na PF em 1995, onde atuou em unidades de repressão às drogas, a crimes fazendários e de inteligência policial. Também foi superintendente regional da PF em Goiás, diretor de Administração e Logística Policial, diretor-executivo da PF e coordenou as forças da PF na segurança da Copa do Mundo de 2014 e nas Olimpíadas de 2016.

Ele era favorito do ministro Torquato Jardim para ocupar a chefia da PF, quando Segovia foi indicado para o posto.


Faça o cadastro gratuito e leia até 10 matérias por mês. Faça uma assinatura e tenha acesso ilimitado agora

Cadastro Gratuito

Cadastre-se e leia 10 matérias/mês de graça e receba conteúdo especializado

Cadastro Gratuito