Justiça

STJ

Relatora do caso Adriana Ancelmo no STJ vota contra prisão domiciliar

Julgamento foi suspenso após pedido de vista do ministro Sebastião dos Reis Júnior

Maria Thereza de Assis Moura Crédito STJ/Flickr

O julgamento sobre a prisão domiciliar da ex-primeira-dama do Rio de Janeiro, Adriana Ancelmo, na Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ), foi suspenso nesta quinta-feira (08/02) após pedido de vista do ministro Sebastião Reis Júnior. A relatora do caso, ministra Maria Thereza de Assis Moura, votou pela não substituição da prisão preventiva pela […]

Leia este texto gratuitamente

Cadastre-se e tenha acesso a dez conteúdos todo mês.

cadastre-se agora. é grátis!

Informações confiáveis, assertivas e úteis. ​Leia e entenda por que o JOTA ​foi eleito a melhor startup de informação do mundo.