Justiça

Lava Jato

Polícia Federal deflagra a 27ª fase da Operação Lava Jato

Operação Carbono é concentrada no interior de São Paulo

Crédito Por Rodrigo César (Trabalho próprio pelo carregador) [Public domain], undefined

A Polícia Federal deflagrou, nesta sexta-feira (1/04), a 27ª fase da Operação Lava Jato. Batizada como Operação Carbono, em referência a procedimentos utilizados pela ciência para a datação de itens e a investigação de fatos antigos, policiais cumprem diligências em municípios no interior de São Paulo.

Assista à coletiva da força-tarefa sobre a operação:

Um dos alvos da Operação Carbono 14 é Ronan Maria Pinto, controlador do jornal Diário do Grande ABC.

Ao todo, nesta fase, 50 policiais federais cumprem 12 ordens judiciais: 8 mandados de busca e apreensão, 2 mandados de prisão temporária e 2 mandados de condução coercitiva.

De acordo com a Polícia Federal, os fatos investigados na Operação Carbono apuram prática de crimes de extorsão, falsidade ideológica, fraude, corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro.

As medidas foram realizadas nos municípios de São Paulo, capital (3 mandados de busca e apreensão e 2 mandados de condução coercitiva), Carapicuíba (1 mandado de busca e apreensão e 1 mandado de prisão temporária), Osasco (1 mandado de busca e apreensão) e Santo André (3 mandados de busca e apreensão e 1 mandado de prisão temporária).


Cadastre-se e leia 10 matérias/mês de graça e receba conteúdo especializado

Cadastro Gratuito