Justiça

STJ

Monitoramento de conteúdo na web é censura prévia

Decisão é do STJ; Facebook havia sido condenado a pagar multa caso não monitorasse perfis

Crédito: Pixabay

Não é possível que uma rede social monitore previamente todos os conteúdos publicados por seus usuários. Foi o que reforçou a 3ª Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ao analisar recurso do Facebook contra decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) que o obrigava a fazer monitoramento prévio de perfis. O site […]

Leia este texto gratuitamente

Cadastre-se e tenha acesso a dez conteúdos todo mês.

cadastre-se agora. é grátis!

Informações confiáveis, assertivas e úteis. ​Leia e entenda por que o JOTA ​foi eleito a melhor startup de informação do mundo.