Justiça

TRF4

Desembargador nega pedido de Lula para usar mensagens da Vaza Jato em ação do sítio

João Gebran entendeu não ser possível aferir autenticidade de mensagens e que aceitá-las seria reabrir instrução

Lula; instituto lula; lava jato
O ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva / Crédito: José Cruz/Agência Brasil

O desembargador João Pedro Gebran Neto, do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), negou pedido da defesa do ex-presidente Lula para considerar, na ação penal do sítio de Atibaia, mensagens trocadas pelo ex-juiz Sergio Moro e membros da força-tarefa da Lava Jato divulgadas pela série de reportagens conhecida como Vaza Jato. Em decisão datada desta […]

Leia este texto gratuitamente

Cadastre-se e tenha acesso a dez conteúdos todo mês.

cadastre-se agora. é grátis!

Informações confiáveis, assertivas e úteis. ​Leia e entenda por que o JOTA ​foi eleito a melhor startup de informação do mundo.