Justiça

CNJ

A crise carcerária de 2016 acabou?

JOTA ouviu cinco especialistas para responder a questão; resposta é desanimadora

Brasília - Portão principal do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), em Manaus (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Logo nas primeiras horas de 2017, o massacre ocorrido no Complexo Penitenciário Anísio Jobim, o maior do estado do Amazonas, acendeu o alerta vermelho: 56 presos mortos, alguns deles decapitados. Dias depois, em 6 de janeiro, foi a vez de um presídio em Roraima ser palco de violência. O saldo foram 33 detentos mortos. Como […]

Leia este texto gratuitamente

Cadastre-se e tenha acesso a dez conteúdos todo mês.

cadastre-se agora. é grátis!

Informações confiáveis, assertivas e úteis. ​Leia e entenda por que o JOTA ​foi eleito a melhor startup de informação do mundo.