Justiça

CNMP

CNMP abre reclamação disciplinar contra uso de rede social por Deltan

Caso envolve fala do procurador da Lava Jato sobre mandado coletivo de busca e apreensão em intervenção no RJ

Curitiba- PR- Brasil- 24/10/2016- O o juiz Sergio Moro e o procurador Deltan Dallagnol, durante sessão especial na Assembléia Legislativa do Paraná (ALEP). Foto: Pedro de Oliveira/ ALEP

O corregedor nacional do Ministério Público, Orlando Rochadel Moreira, determinou a instauração de reclamação disciplinar contra o procurador Deltan Dallagnol, integrante da Força Tarefa da Lava Jato.

O caso envolve a atuação do procurador nas redes sociais. Em um post no Twitter, publicado em fevereiro, Dallagnol criticou a possibilidade de mandado coletivo de busca e apreensão em favelas do Rio de Janeiro durante a intervenção federal na segurança pública, determinada pelo governo Michel Temer.

Dallagnol afirmou que “se cabem buscas e apreensões gerais nas favelas do Rio, cabem também nos gabinetes do Congresso”. O relator da reclamação é o conselheiro Gustavo Rocha. Não há detalhes da decisão de Rochadel Moreira.

Após iniciado o processo, o corregedor Nacional poderá: notificar o reclamado para prestar informações; realizar diligências para apuração preliminar da verossimilhança da imputação; ou encaminhar a reclamação ao órgão disciplinar local.


Faça o cadastro gratuito e leia até 10 matérias por mês. Faça uma assinatura e tenha acesso ilimitado agora

Cadastro Gratuito

Cadastre-se e leia 10 matérias/mês de graça e receba conteúdo especializado

Cadastro Gratuito