Justiça

CNJ

CNJ condena duas juízas acusadas de auxiliar estelionatários

Elas teriam beneficiado quadrilha que dava golpes bancários. Ambas foram condenadas à pena máxima: aposentadoria compulsória

Mais de três anos após serem afastadas da magistratura por suspeita de envolvimento com uma quadrilha especializada em fraudar instituições financeiras, a desembargadora Marneide Merabet e a juíza Vera de Souza, ambas do Pará, foram condenadas à pena máxima pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ): aposentadoria compulsória com salário proporcional ao tempo de serviço prestado. […]

Leia este texto gratuitamente

Cadastre-se e tenha acesso a dez conteúdos todo mês.

cadastre-se agora. é grátis!

Informações confiáveis, assertivas e úteis. ​Leia e entenda por que o JOTA ​foi eleito a melhor startup de informação do mundo.