Justiça

CNJ

CNJ apura conduta de Sartori em julgamento do Carandiru

Ministro negou liminar para afastar desembargador do TJSP do cargo

A Corregedoria do Conselho Nacional de Justiça determinou abertura de apuração preliminar para investigar a conduta do desembargador Ivan Sartori, do Tribunal de Justiça de São Paulo, no julgamento do “Massacre do Carandiru”. O corregedor, ministro João Otávio de Noronha, deu prazo de 15 dias para se manifestar. O ministro, no entanto, negou pedido de […]

Leia este texto gratuitamente

Cadastre-se e tenha acesso a dez conteúdos todo mês.

cadastre-se agora. é grátis!

Informações confiáveis, assertivas e úteis. ​Leia e entenda por que o JOTA ​foi eleito a melhor startup de informação do mundo.