Jotinhas

Advocacia

Morre aos 86 anos o advogado e professor René Ariel Dotti

Professor de Direito Penal, Dotti faleceu em sua casa em Curitiba

RENÉ ARIEL DOTTI
René Ariel Dotti morre aos 86 anos / Crédito: Divulgação Ditti e Advocacia

O escritório Dotti e Advogados anunciou nesta quinta-feira (11/2) o falecimento de seu fundador, o professor René Ariel Dotti, aos 86 anos. Segundo comunicado, ele faleceu em sua casa, em Curitiba, depois de uma parada cardiorrespiratória.

Professor de Direito Penal da Universidade Federal do Paraná, Dotti começou a atuar na advocacia nos anos 50. Ao longo de sua carreira, se destacou na luta contra a ditadura militar, ao defender jornalistas, sindicalistas, professores e estudantes perseguidos pelo regime.

Por quase seis décadas, contribuiu com o ensino jurídico. Ele é autor de uma dezena de obras, entre elas A Reforma Penal e Penitenciária (Lítero-Técnica, 1980) e Casos criminais célebres (Revista dos Tribunais, 1998). Também integrou uma série de comissões legislativas em projetos relacionados ao Direito Penal.

Dotti deixa a esposa Rosarita, as filhas Rogéria e Cláudia, e os netos Gabriel, Pedro, Lucas e Henrique.

O ministro do STF, José Antonio Dias Toffoli, manifestou o seu pesar por meio da seguinte nota:

“Recebi há pouco, com muita tristeza, a notícia do falecimento do amigo René Ariel Dotti, advogado e professor cuja atuação foi sempre uma fonte de inspiração e de sabedoria para mim e para todos seus muitos seguidores. O professor Dotti deixa um exemplo de retidão, de compromisso com o Estado democrático de Direito e de coragem em defesa das garantias fundamentais de brasileiros de múltiplos setores da sociedade não só durante o regime militar, mas na reconstrução do Estado democrático de Direito do Brasil.

Todas as homenagens serão insuficientes para reconhecer o legado da vida e da obra jurídica desse grande brasileiro. Transmito minhas condolências à família Dotti neste momento de grande pesar para todos os que o conhecemos e o admiramos”.