Jotinhas

Governo Bolsonaro

Ministro do Meio Ambiente não fez mestrado em Yale

Ricardo Salles assinou artigo na Folha como ‘mestre em Direito Público’, mas Universidade não tem registro do nome dele

Ricardo Salles
O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles / Crédito: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Apesar de ter assinado um artigo no jornal Folha de S.Paulo, em 2012, com o título de ‘mestre em Direito Público pela Universidade Yale”, o Ministro do Meio Ambiente, Ricardo de Aquino Salles, não tem mestrado pela instituição americana. A informação foi publicada pelo Intercept e confirmada pelo JOTA.

Na ocasião, o ministro assinou um artigo em que defendia a privatização dos aeroportos brasileiros da seguinte forma: “Ricardo Salles, 36, mestre em Direito Público pela Universidade Yale, é advogado e presidente do Movimento Endireita Brasil”.

A informação de que seria mestre em Direito Público não consta no site à campanha de deputado federal de Salles, nem no site do Ministério do Meio Ambiente, mas já foi repercutida — e não desmentida publicamente– diversas vezes, como no site TV Cultura, na chamada para a entrevista no Roda Viva.

Em dezembro de 2018, Salles foi condenado por improbidade administrativa em primeira instância porque teria cometido irregularidades no processo do Plano de Manejo da Área de Proteção Ambiental da Várzea do Rio Tietê no ano de 2016.

Procurado para esclarecer a situação na quinta-feira, por meio da assessoria do Ministério, Ricardo Salles não respondeu à reportagem.

Repercussão

Em nota, o programa Roda Viva, da TV Cultura, informou que “o Sr. Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, não fez veicular dados incorretos, tendo alertado previamente a produção acerca da imprecisão das informações que foram erroneamente divulgadas pelo programa. Pedimos desculpas ao Sr. Ministro pelo inconveniente causado”.

O ministro Ricardo Salles, embora não tenha respondido nem à reportagem do JOTA nem à do Intercept, compartilhou a nota em seu perfil do Twitter com a seguinte frase: “a diferença do bom jornalismo da TV Cultura para o jornaLIXO que certos sites e blogs sensacionalistas praticam com sua militância esquerdista disfarçada de fakenews ….”.


Faça o cadastro gratuito e leia até 10 matérias por mês. Faça uma assinatura e tenha acesso ilimitado agora

Cadastro Gratuito

Cadastre-se e leia 10 matérias/mês de graça e receba conteúdo especializado

Cadastro Gratuito