Jotinhas

Relgov

Irelgov promove II Congresso Internacional de Relações Governamentais

Evento debaterá o papel do RelGov e das relações institucionais no fortalecimento da democracia

Irelgov
Crédito: Unsplash

O Instituto de Relações Governamentais (Irelgov) promove, na próxima semana (nos dias 19 e 20 de maio) o II Congresso Internacional de Relações Governamentais. O evento, que ocorrerá nos dois dias das 9h às 18h, debaterá o valor da atividade de relações governamentais e institucionais para empresas e sociedade, bem como seu papel no fortalecimento da democracia.

O congresso, que acontecerá de forma presencial na Câmara Americana de Comércio para o Brasil (AMCHAM), em São Paulo, é voltado para profissionais de relações internacionais e governamentais (RIG), de sênior a iniciantes, pesquisadores, profissionais de áreas relacionadas ou de interesse em RIG e representantes da mídia.

Os ingressos estão disponíveis e mais informações podem ser encontradas no site do evento.

Nas palestras, serão tratados temas como: gestão de área RelGov (novas ferramentas para apoio estratégico da área, incluindo plataformas online e redes sociais); ética, integridade, transparência e responsabilidade (melhores práticas para a área); governança corporativa e gestão de reputação: geração de valor para os negócios; capitalismo de partes interessadas; e estratégia de defesa de interesses.

Entre os palestrantes confirmados estão: Fabio Rua, vice-presidente do Irelgov e Head, Government & Regulatory Affairs ESG Global Policy Lead da IBM na América Latina; Grazielle Parenti, Global VP Corporate Affairs and Sustainability da BRF; Paulo Homem, head de Relações Internacionais da Raízen; Wagner Parente, CEO da BMJ; Jorge Lima, diretor de Relações Governamentais e Políticas Públicas da SoftBank; e Carlos Parente, sócio-diretor da Midfield.

“O congresso é uma oportunidade de nos reencontrarmos para debater as aceleradas mudanças que se cristalizaram nos últimos tempos com os avanços da tecnologia e a pandemia”, diz Suelma Rosa, presidente do Irelgov.

A proposta é apresentar uma nova agenda de debate, diz Rosa. “Em dois dias, a intenção é construir uma jornada de reflexões que não se esgotarão no nosso encontro. Nesta segunda edição do evento, o congresso passa a ser internacional, pois as transformações em curso exigem reflexão global. Os parceiros internacionais do Irelgov ajudarão a pensar nossa atividade em múltiplos mercados e, assim, ampliarão nossos repertórios de respostas possíveis”.