Casa JOTA

Meio Ambiente

Casa JOTA debate desafios e oportunidades do mercado de carbono

Especialistas participarão de painel promovido pelo JOTA nesta segunda-feira

carbono
Crédito: Unsplash

A Casa JOTA, com o patrocínio do Itaú, vai promover um debate na próxima segunda-feira (13/6), às 10h, em que especialistas vão discutir os desafios e oportunidades do mercado de carbono. Entre os convidados estão o consultor do Banco Mundial, Guido Penido, a presidente do Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável, Marina Grossi e Alexandre Ywata, secretário de Desenvolvimento da Infraestrutura.

Regulamentar o mercado de compra e venda de créditos de carbono tem o potencial de gerar US$ 100 bilhões para a economia do país até 2030, e de quebra, mitigar a degradação ambiental agravada pelas mudanças climáticas e alavancar oportunidades para o desenvolvimento sustentável.

Contudo, a implementação desse mercado esbarra no avanço de práticas que comprometem a contenção dos gases, como o desmatamento, que atingiu taxas recordes na Amazônia para o mês de abril (1.012,5 km²), segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), e também do garimpo, cuja área ocupada em terras indígenas aumentou 495% entre 2010 e 2020, por exemplo.

Esse esforço envolve ainda a elaboração de um escopo jurídico para respaldar as transações no mercado regulado, com as formas de precificação do carbono definidas e estruturação de projetos na área.