Carreira

Carreira

Polícia Federal autoriza concurso para 500 vagas: salários iniciam em R$ 11 mil

Concurso selecionará candidatos para vagas de delegado, agente, escrivão, papiloscopista e perito

PF, Polícia Federal
Crédito: Flickr/@policiafederal

A Polícia Federal (PF) autorizou nesta sexta-feira (20/4) a realização de concurso público para os cargos de delegado, agente, escrivão, perito criminal e papiloscopista. Serão 500 vagas disponíveis para candidatos com diploma de nível superior.

O ato foi oficializado pela portaria 8.380/18 do Ministério Extraordinário da Segurança Pública, assinada pelo diretor-geral da Polícia Federal Rogério Augusto Viana Galloro. Com a norma, fica autorizado o concurso para preencher:

– 180 cargos de agente;

– 150 cargos de delegado de Polícia Federal;

– 80 cargos de escrivão;

– 60 cargos de perito criminal;

– 30 cargos de papiloscopista.

O prazo para a publicação do edital de abertura de inscrições para o concurso público da Polícia Federal será de até seis meses, no dia 20 de outubro.

+JOTA: Formado em Direito? Veja 23 carreiras possíveis

Segundo a lei 13.371/16, o salário inicial de agentes, escrivães e papiloscopistas é de R$ 11,9 mil com teto de R$ 17,8 mil. Os vencimentos de delegados federais se iniciam em R$ 22,6 mil e podem chegar a R$ 29,6 mil na classe especial.

Para concorrer ao cargo de delegado federal, é preciso ter diploma do curso de Direito. As vagas para peritos são dividas em 18 áreas, e cada uma tem exigências específicas sobre a formação do candidato.

Para os cargos de agente, escrivão e papiloscopista é exigido diploma de ensino superior, sem especificação da área da graduação. Confira as exigências e as atribuições para cada cargo.

Os inscritos são avaliados por meio de provas objetivas e discursivas, exame de aptidão física, exame médico, avaliação psicológica, prova prática de digitação (apenas escrivão), avaliação de títulos, prova oral (no caso de delegado) e passam por um curso de formação profissional, na Academia Nacional de Polícia.

O último concurso para perito, delegado e escrivão foi realizado em 2013. No ano seguinte, houve o último concurso para agente.