Carreira

Estudo nos Estados Unidos

Experiência de um curso de verão na Fordham Law School

Curso ainda pouco conhecido no país conta com bolsa integral para advogados e estudantes brasileiros

curso de verão
Prédio da Fordham Law School / Crédito: Divulgação

“O que aprender em um curso jurídico sobre um sistema totalmente diferente do brasileiro? ” Esta foi a pergunta que mais recebi quando divulguei que, após um processo seletivo, eu havia sido a advogada brasileira ganhadora de uma bolsa integral para participar de um Curso de Verão na Fordham Law University em Nova York.

Muito se exige, principalmente na minha área de atuação – Direito Empresarial e de startups –, que o advogado seja um profissional multidisciplinar, com uma visão mais ampla do Direito e atualizado com as principais novidades do ambiente jurídico tanto nacional como internacional.

E a resposta para a pergunta inicial é esta: em busca de me tornar uma profissional mais completa e com uma visão mais global do Direito, parti para o “Fordham Law Summer Institute”, um curso de 3 semanas dentro do campus da Universidade de Direito da Fordham, e aqui compartilho esta experiência desde o início do processo de seleção até as experiências enriquecedoras que vivi dentro do curso.

A inscrição é feita de forma relativamente simples pelo site da Universidade[1]. Podem participar do curso estudantes de Direito ou Advogados. Após o envio dos dados pessoais e a análise do currículo, o candidato recebe uma resposta informando se ele foi aceito ou não.

Um dos aspectos mais interessantes deste curso, e ainda pouco conhecido, é a existência de uma bolsa integral direcionada exclusivamente para um estudante/advogado brasileiro. A bolsa cobre os custos do curso, acomodação no campus da faculdade e algumas refeições. Para participar do processo da bolsa, submeti uma carta de motivação explicando por que eu merecia receber o benefício e, após passar por uma primeira peneira, a diretora do Curso solicitou uma entrevista por Skype com os principais candidatos à bolsa.

Todo esse processo seletivo antes mesmo de começar o curso (elaborar carta de motivação, ser entrevistada em inglês, etc.), já me rendeu uma boa experiência quanto a esta forma de ingresso em universidades americanas e serviu para que eu notasse a enorme diferença para com as etapas de admissão a que estamos acostumados aqui no Brasil (ENEM, Vestibular).

O curso tem o objetivo de oferecer uma introdução aos principais temas do Direito Americano: U.S Legal System, Propriedade Intelectual, M&A, Empresarial, Constitucional, Direito Civil, Contratos, Falência, dentre muitos outros. O curso é ministrado por professores de excelência que lecionam na própria Universidade, muitos deles formados em outras instituições renomadas como Harvard, Yale, Columbia, NYU.

As aulas eram estruturadas como vemos nos filmes: os professores passam as leituras obrigatórias com bastante antecedência e, na aula, fazem perguntas sobre os textos ou leading cases. Conhecido como método Socrático, o sistema difere totalmente do método expositivo a que estamos acostumados no Brasil e é um desafio para nós brasileiros.

Além das excelentes aulas ministradas e do conteúdo absorvido, duas foram as características do curso que mais me impressionaram: a ampla abertura para formação de um networking internacional e a possibilidade de visitar um escritório de advocacia e uma corte americana.

Dentre estudantes e advogados, éramos mais de 70 pessoas em sala de aula, de 17 países diferentes. Em sala, enquanto o professor explicava um tema dentro da lei americana, cada um complementava com a experiência sobre o mesmo assunto em seu país de origem e enriquecia a todos com uma diferente visão do mesmo tema. O ambiente da universidade nos estimula à formação de grandes amizades dentro do curso, o que também abre caminhos para contatos que podem oferecer futuras parcerias internacionais.

A diretora do curso, Prof. Toni Jaeger-Fine, nos aconselhou desde o primeiro dia: não basta ser um bom advogado e aguardar que as coisas aconteçam. Nossas melhores oportunidades partem da conciliação de uma atuação de excelência com um networking ativo e deliberado para o alcance dos nossos objetivos profissionais.

A possibilidade de networking não foi restrita ao grupo de alunos, mas se estendeu também ao corpo docente. Isto porque uma característica dos professores das universidades americanas é a sua disponibilidade fora de sala de aula.

Foi diante dessa facilidade que marquei uma reunião no escritório de uma das melhores professoras de Direito Empresarial da niversidade, Bernice Grant, para que eu pudesse conhecer mais sobre as aulas de Entrepreneurial Law que ela ministra e também sobre seu interessante projeto de oferecer assistência jurídica a startups em estágio inicial e a Empreendedores de Baixa Renda.

O curso também nos mostra o lado prático da atuação do advogado em Nova York. Visitamos um grande escritório de advocacia localizado na Park Avenue. Lá dentro fomos recebidos por advogados líderes em seus campos de atuação, os quais nos apresentaram todas as áreas em que o escritório atua e os vários países em que estão presentes.

O que mais nos chamou a atenção foi o zelo e a disponibilidade com que os advogados se apresentaram e se dispuseram a responder nossos questionamentos, que não foram poucos já que éramos um grupo de profissionais de 17 países diferentes, cada um com um tipo de atuação profissional.

Além disso, um dos pontos altos do curso para nós foi a audiência da qual participamos na U.S Bankruptcy Court, algo como a “Vara de Falências” de Nova York. Pudemos acompanhar a dinâmica real de algumas audiências naquela Corte, analisar a forma de atuação do Juiz e de seus assistentes, assim como observar como se comportam em audiência os advogados e as partes.

O curso é feito de uma forma que te estimula a fazer mais, a questionar sempre e a ir além das aulas para aproveitar ao máximo o seu tempo em Nova York. Além disso, para aqueles que, como eu, objetivam no futuro fazer um mestrado nos EUA (LLM), o curso é um pontapé inicial e serve para dar um norte do que está por vir.

Tenho a certeza de que sai de lá com uma gama de conhecimentos novos, com um vasto networking internacional e com uma visão mais ampla do Direito Empresarial – uma visão que cruza fronteiras.

_________________________________________________________

[1] https://www.fordham.edu/info/23342/summer_institute


Faça o cadastro gratuito e leia até 10 matérias por mês. Faça uma assinatura e tenha acesso ilimitado agora

Cadastro Gratuito

Cadastre-se e leia 10 matérias/mês de graça e receba conteúdo especializado

Cadastro Gratuito