STF: para maioria, prestador de serviço intelectual é PJ para fins fiscais

Judiciário e administração pública, entretanto, podem avaliar se a criação da sociedade foi irregular